Vem aí o IX Congresso Brasileiro de Agroecologia 2015

Vem aí o IX Congresso Brasileiro de Agroecologia

Desde 2003, o Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA) vem sendo realizado com participação ativa e ampla de instituições de ensino, pesquisa e extensão e sociedade civil organizada envolvida com as demandas da Agricultura Familiar e lógicas familiares de produção, em geral. Inicialmente pensado como espaço de valorização da Agroecologia como ciência, o CBA vem amadurecendo como verdadeiro espaço de diálogo entre os conhecimentos científicos e práticos, construído por todos os parceiros da Agricultura Familiar e camponesa, no Brasil e no mundo.

cartaz CBA

 O CBA, nos seus mais de dez anos de existência, já circulou em várias regiões do país, exceto na região Norte e Centro Oeste. Durante o VIII CBA em Porto Alegre-RS em 2013, foi decidido que o IX CBA será realizado na Amazônia em Belém, PA, considerando que a Amazônia contempla a essência da caminhada agroecológica: diversidade ecológica, histórica, cultural, social, econômica e política, levando em consideração o momento relevante para a Agroecologia a nível nacional, regional e global. Apesar do seu caráter de evento nacional, o IX CBA tem possibilidade de abrir espaço a uma dimensão Pan Amazônica, ao ser sediado na Amazônia. O IX CBA se propõe a criar espaços participativos e transdisciplinares de reflexão e construção de avanços teóricos, práticos e políticos no campo da Agroecologia. Em essência, o CBA é catalisador de processos participativos e de amplo diálogo entre sociedade civil organizada, academia e poder público, em torno de um tema altamente estratégico, especialmente no território amazônico. 
         As edições anteriores do CBA trouxeram para o debate temas relevantes para o fortalecimento da Agroecologia em todo território nacional. O IX CBA em território amazônico terá como título “DIVERSIDADE E SOBERANIA NA CONSTRUÇÃO DO BEM VIVER”, oportunizará uma maior participação de representantes dos distintos segmentos de interesse dessa região, trazendo perspectivas que expressam a sua realidade múltipla, e assim ampliar a magnitude de troca de experiências e construção de alianças em nível nacional, num momento relevante à Agroecologia brasileira. Momento esse em que a implantação e a consolidação da Política Nacional de Agroecologia e Sistemas Orgânicos de Produção necessitam de avanços substanciais nas diversas dimensões da Agroecologia em todas as regiões do país.
Fonte: CBA 2015

Quer receber os artigos da Universidade Orgânica no seu e-mail? 

Responsive image

Fabio Morais


Gosto do cheiro da terra molhada e tomar banho de chuva. Gosto da roça, do contato com a terra. Minha profissão! Engenheiro Agrônomo que ama a agricultura orgânica e agroecologia.